Marketing de conteúdo: guião completo para colocar em prática ainda hoje

Atualizada: 2022-02-16
Guião de marketing de conteúdo
Você sabe o que é marketing de conteúdo? Cada vez que você faz uma pesquisa no Google e encontra o artigo perfeito, está a deparar-se com ele. Perceba o porquê com este guião completo, a explorar as várias faces do marketing de conteúdo para mortores de busca – o famoso SEO, para publicidade, redes sociais e muito mais.
Comece a ganhar dinheiro hoje.
Registe-se gratuitamente

O que é marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo está inserido em uma estratégia global de comunicação e é por si também uma forma estruturada e complexa de se alcançar objetivos. É através dele que se pode informar, atrair e converter leitores em clientes.

Como uma importante ferramenta de marketing, ele deve ser compreendido dentro deste universo. Portanto, é fundamental perceber o que cada aspecto da sua estrutura representa. Perceba de forma concisa o que é marketing geral e digital, bem como o que é conteúdo e os seus principais tipos para canais digitais.

Definição do que é marketing

Segundo Kotler,

“marketing é o processo através do qual indivíduos obtêm aquilo que necessitam e desejam por meio da criação e troca de produtos e valores”.

O conceito é antigo, mas aplica-se ainda nos dias de hoje, pois o marketing não é apenas sobre produtos, mas sim pessoas.

Ele é essencial para qualquer organização, pois integra-se em áreas diversas, como o financeiro, logístico, produtivo e outros. Porém, o seu coração está no P de propaganda, que pode ser compreendida como comunicação. Mas o que dizer dessa área enquanto uma sociedade digital?

O que é marketing digital

A internet e os seus recursos são a chave da comunicação hoje, por isso o marketing digital é a realidade e continuará assim por muito tempo. Desde o início de uma revolução até a escolha do curso ideal, o marketing digital tem a sua participação.

E no digital, o conteúdo é rei. Afinal, de que vale a intenção se não se escolhe as palavras e imagens corretas? Com uma boa estrutura, técnicas corretas e linguagem voltada para pessoas, o seu conteúdo pode impactar e influenciar muitos, a levar diretamente aos seus objetivos.

O que é conteúdo

Ok, você já sabe que conteúdo é fundamental, mas o que seria isso de facto? No marketing em geral, a forma com que você vai passar a mensagem é fundamental para o sucesso. Quem nunca ficou com um jingle o dia inteiro na memória, que atire a primeira pedra!

Porém, no meio digital, isso é ainda mais importante, pois há uma quantidade absurda de informações.

E para se destacar, precisa de um conteúdo de qualidade. Ele pode ser definido como informações, dados e vivências, exprimidos através da comunicação verbal ou não verbal.

Para deixar mais simples, conteúdo é tudo aquilo que se cria com o intuito de passar uma mensagem. É a emissão de uma ideia, sugestão ou conhecimento, através das imagens e palavras, a fim de chegar a um objetivo. Ele pode ser o de educar, atrair, converter, fidelizar e muitos outros, mas veremos isso em detalhes mais adiante.

Tipos de conteúdo

Existem os conteúdos verbais, não verbais e mistos. Este artigo, por exemplo, é um conteúdo verbal. Apesar de conter imagens ao longo do texto, elas não são responsáveis por passar a mensagem de facto, mas sim o que está escrito. Já uma charge, é uma mensagem não verbal, cuja mensagem chega através do apelo visual.

Porém, existem também os mistos, como vídeos e infográficos, por exemplo, onde a mensagem pode ser expressa tanto verbal quanto pictoricamente. Conheça melhor os principais tipos de conteúdos presentes no marketing digital e as suas aplicações.

Conteúdo verbal

No marketing de conteúdo, escrever da forma correta é fundamental, não apenas para os robôs de busca, mas principalmente para quem lê. Existem técnicas de escrita diversas, mas a principal nenhuma ferramenta vai substituir, a empatia.

Colocar-se no lugar da pessoa leitora é fundamental para que o conteúdo seja relevante e alcance os objetivos. Veja os formatos mais conhecidos, com os quais se pode trabalhar com técnica e empatia:

  • Copywriting - Também conhecido como redação publicitária ou simplesmente copy, é um texto feito com o intuito de venda, a utilizar gatilhos mentais e técnicas avançadas de SEO.
  • Blog posts - Os posts de blog, posts ou artigos, podem variar em formato e tamanho, a depender do objetivo. Normalmente estão inseridos em uma estratégia de conteúdo inbound, a levar o leitor a um certo caminho no site.
  • Ebooks - Os ebooks ou livros digitais visam se aprofundar em determinado tema, levando informações mais detalhadas acerca deste. Ele pode contar também com recursos visuais e hiperlinks.
  • Newsletter - A newsletter é uma curadoria de conteúdo, enviada periodicamente por e-mail, para quem a assina. Pode ser feita somente com materiais do site ou de terceiros, sempre com texto e hiperlinks.
  • E-mail marketing - Na estratégia de inbound, o e-mail marketing tem um papel fundamental, ajudando a alimentar os leads e fazer com que eles avancem no funil. Explicaremos mais detalhadamente em breve.
  • Podcast - No podcast, a mensagem é passada unicamente por meio oral, através de entrevistas, conversas e palestras a respeito de uma determinada temática.
  • Guias - Guias são uma ótima forma de ajudar a educar o seu público, passando informações valiosas, enquanto aumenta a sua credibilidade. Eles devem aprofundar o tema, sendo disponibilizados em formato de blog post, e-book ou como for mais conveniente.

Esses são apenas alguns modelos que podem ser utilizados na sua estratégia de marketing de conteúdo. Eles podem ser adaptados a diversas realidades, inclusive misturam-se com outros formatos, como imagens, gifs, infográficos, vídeos e mais.

Conteúdo misto

Como o próprio nome já indica, o conteúdo misto é a união entre a redação e imagens, nos mais diversos formatos. Também é possível utilizar vídeos, gifs e outras formas não verbais de comunicação, sempre aliando ao texto em si. Veja quais são os principais formatos utilizados:

  • Infográficos - Aliando informações sucintas e precisas a uma estrutura visual adequada, pode-se ter ótimos resultados. Infográficos são perfeitos para mapas mentais, síntese de ideias e para dar destaque a determinada informação.
  • Vídeos - Plataformas como o Youtube e Tik Tok são o encanto do marketing de conteúdo, pois atraem e engajam como ninguém. Produzir conteúdo misto, com roteiro determinado, legendas e claro, imagem, gera resultados concretos, se trabalhados corretamente.
  • Webinars - Os webinars são os queridinhos na hora de lançar novos produtos digitais, como cursos ou livros. Eles são compostos por séries de vídeos estruturados, que tratam o tema do publi de forma educativa, oferecendo ao final do último dia, o produto de facto.
  • Quizzes - Uma forma leve e divertida de gerar engajamento, ensinar ou reforçar algum ponto específico é o uso de Quizzes. Eles são pequenos questionários interativos e visuais, como testes simples e que despertem o interesse da pessoa leitora.
  • Posts em redes sociais - Muitas redes sociais são focadas principalmente em conteúdo visual, aliando sempre a textos com tamanho, linguagem e apelo adequado a elas. O poder do marketing de conteúdo, quando bem aplicado a essas redes, é incomparável.
  • Templates ou whitepapers - Uma ótima forma de aumentar a sua base de leads é disponibilizar Templates em landing pages. Eles são modelos prontos a serem preenchidos, atendendo a alguma demanda importante do seu leitor.

Utilizar conteúdos mistos é uma ótima forma de conseguir mais engajamento e atenção do leitor. Afinal, um conteúdo rico em imagens e texto é mais atraente do que apenas letras do início ao fim. Por isso, sempre que possível, utilize formas diversas no seu material.

Conteúdo não verbal

Assim como acontece na interação offline, há formas de comunicação não verbal também na internet – e elas são preciosas para a sua estratégia de marketing de conteúdo. Perceba que, mesmo sem palavras, uma imagem pode dizer muita coisa. Inspire-se em algumas formas de se comunicar com imagens:

Fotos - Nada como uma boa foto para ilustrar uma situação ou dar leveza a um conteúdo denso. Ela também ajuda na sua estratégia de SEO, quando trabalhada corretamente, te ajudando a ranquear melhor no Google.

Desenhos e ilustrações - Desenhos podem ser ótimas ferramentas para explicar situações, fazer mapas mentais, críticas ou dar ideias. Claro que também são uma forma de incentivo à arte, além de reforçarem o padrão estético do branding do seu negócio.

Memes - O poder dos memes é inquestionável, mas devem ser utilizados com cautela e expertise. Um meme mal interpretado pode gerar uma crise de imagem sem precedentes, além disso, o seu uso pode não se encaixar na sua estratégia de marketing de conteúdo.

Gifs - Da mesma forma que os memes invadiram a internet, produzindo conteúdos virais, as gifs também estão em alta, dando movimento e ilustrando com pequenos trechos, o que está sendo dito.

Marketing visual

www.pardeideias.com

Vale ter atenção à regra do cuidado ao escolher o tipo de imagem utilizado no seu texto, para que não corra o risco de sair da estratégia de marca. Além disso, se não for de própria autoria, é fundamental citar a fonte, para fins legais e morais. Aliás, isso vale para qualquer tipo de conteúdo, não apenas para imagens.

Qual é a finalidade do marketing de conteúdo

Escrever para a internet não é apenas jogar os seus pensamentos em uma página e pronto. Requer técnica, estudo, dedicação e muita prática. E o mais importante, precisa ter um objetivo. A escrita por si, não é suficiente para te levar onde deseja, precisa contar com o formato correto, no tom adequado e muitos outros fatores.

Com o marketing de conteúdo, é possível atingir os seus objetivos de forma sistematizada e baseada em dados. Afinal, tudo o que é feito na internet, tem certo monitoramento. Assim, fica fácil saber o que funciona e o que precisa ser melhorado. Claro que só se alcança isso com a estratégia correta.

Uma estratégia de marketing de conteúdo parte da criação de personas (uma personificação do público-alvo) e formas de atender as suas necessidades. Assim, se pode servir ao meio e ainda trazer vantagens para a organização. Isso tudo, servindo para alguns fins específicos.

Informar

O acesso à informação é um dos principais benefícios da internet, mas é tanta fonte que as vezes fica difícil encontrar o que procura, com qualidade e segurança. Por isso, uma boa estratégia de marketing de conteúdo, ajuda a entregar o seu material para a maior quantidade de pessoas possível, ajudando assim na disseminação de importantes informações, educando o seu público e ajudando nos desafios das suas personas.

Atrair

Quando se fala em escrever conteúdo para a internet, logo se associa a likes, comentários, visualizações de página e outros. O conteúdo bem estruturado, ajuda a atrair pessoas para o seu blog, site, rede social ou canal que considera mais apropriado. Para que isso aconteça, investe-se em conteúdos mais amplos e diversificados, conhecidos também como de topo de funil, na estratégia de Inbound Marketing.

Converter

Se você já tem uma boa base de visitantes e seguidores, chegou a hora de convertê-la em leads. De forma simplificada, leads são prospects que possuem maior possibilidade de consumir o seu conteúdo, produto ou serviço. Normalmente, converte-se leads no meio do funil, com uma estratégia de conteúdo mais específica e detalhada, mas sem intenção de venda. É onde se pode oferecer materiais ricos para conseguir nutrir o seu fluxo de e-mail marketing.

Vender

Seja um produto, serviço ou até mesmo um publi na sua conta como influencer, o marketing de conteúdo pode ajudar a chegar à tão sonhada venda. Chamado de conteúdo de fundo de funil, é mais direcionado para aqueles que já passaram pelas outras etapas, conhecem a sua marca e se identificam com ela. Já tiraram todas as dúvidas e agora estão prontos para finalizar o processo. É de onde saem os leads qualificados para a compra, sendo encaminhados para a equipe de venda.

Como dá para perceber, toda a jornada de conteúdo – desde a definição de persona até o fundo do funil – leva à conclusão de vendas, seja qual for o produto ou serviço. O marketing de conteúdo entrega verdadeiros potenciais consumidores para a área de vendas, trabalhando em forte parceria com esta e agregando mais resultados ao empreendimento.

Reforçar a imagem

Enquanto tudo vai acontecendo, a imagem da sua conta, empresa ou serviço vai se ampliando, positiva ou negativamente. Afinal, a exposição dá margem ao crescimento e interação, potencializando as características da população. Esse é um dos motivos que tornam importante ter um estudo bem feito antes de se lançar nos canais digitais. Se já há problemas acontecendo, precisa fazer um plano de contingência para lidar com possíveis consequências, trabalhando ativamente para a mudança.

Lembrando que essas coisas podem ocorrer simultaneamente, retroalimentando o sucesso não apenas da sua estratégia de marketing de conteúdo, mas da sua marca como um todo. O branding leva ao crescimento da sua organização, sendo impulsionado pelas estratégias corretas e um posicionamento favorável na mente do seu prospect.

Onde usar o marketing de conteúdo

Existem várias estratégias que dependem do marketing de conteúdo, porém algumas são mais conhecidas, como o Inbound marketing. Além disso, há técnicas onde o conteúdo é essencial, como a otimização do texto para buscadores como o Google – o famoso SEO. Claro que não se pode deixar de falar dos canais pelos quais ele se propaga e ganha vida. Vamos conhecer um pouco de cada.

Inbound marketing

Cada vez mais empresas estão adotando o Inbound marketing para conquistar resultados orgânicos e crescimento. Ele não é o único modelo de estratégia, mas é comprovadamente eficaz. A sua lógica consiste em um ciclo virtuoso, onde se vai nutrindo o lead até chegar a vendas, fidelizando e tornando-o um divulgador da marca. Perceba melhor:

O que é - Uma das estratégias mais eficazes para atrair audiência, informar, converter e fidelizar. Consiste basicamente em um processo em forma de funil, que atrai desconhecidos, educando e levando informações úteis, numa sequência que leva naturalmente à conversão, clique após clique.

Benefícios - Ajuda a construir, de forma sólida, a marca e a sua base de leads, levando naturalmente ao crescimento.

Técnicas:

  • Uso de personas
  • Pesquisa e adequação de palavra-chave
  • Calendário editorial com artigos de topo, meio e fundo de funil
  • Construção do fluxo de nutrição
  • Landing pages
  • Integração entre as áreas de comunicação e vendas

Ferramentas - Entre as diversas ferramentas que podem ajudar nesse processo, estão:

  • Hubspot
  • RDStation
  • Mailchimp
  • Ubersuggest

Inbound marketing

www.verseo.pl

Otimização para buscadores – SEO

Todos querem aparecer na primeira página da pesquisa do Google, garantindo assim mais visitas orgânicas. Para que isso possa acontecer, é fundamental que se tenha um conteúdo de qualidade, mas isso não é o suficiente. O Google usa inteligência artificial para poder selecionar quais são os melhores artigos, com base em critérios claros. Otimizar o texto com base nesses critérios faz com que se possa ter mais chances de ser visto no topo das buscas.

O que é - SEO – Search Engine Optimization – é uma ferramenta fundamental para que o conteúdo possa ser ranqueado nos primeiros lugares do Google. Deve estar presente em toda estratégia de marketing de conteúdo, pois ajuda a cumprir os objetivos previamente definidos.

Benefícios - O benefício mais claro é a possibilidade de ranquear bem para os temas definidos, que devem se basear nas dores e necessidades da sua persona. Assim, se consegue atrair mais leitores, que podem se tonar leads, leads qualificados e futuros clientes.

Técnicas – Conheça algumas técnicas de otimização on page:

  • Uso correto de palavras-chave long tail
  • Title tag
  • Meta description
  • Uso de links internos e externos
  • Otimização dos elementos visuais

Ferramentas - Entre as diversas ferramentas que podem ajudar nesse processo, estão:

  • Yoast Plugin para WordPress
  • Surfer SEO
  • RDStation
  • Google Analitycs
  • SEMRush

Redes sociais

O marketing de conteúdo também está presente nas redes sociais, ajudando a impulsionar contas pessoais e empresariais. Com elas, se estabelece uma comunicação mais próxima com a persona pretendida, ajudando a construir a percepção da marca, atrair novos fãs para a marca e, claro, fazer vendas.

O que é - As redes sociais são uma importante parte da estratégia de comunicação, sendo compostas por gigantes como o Facebook, Instagram, Youtube, LinkedIn, Pinterest e muito mais.

Benefícios - A sua marca pode colher muitos benefícios, se utilizar as redes sociais corretamente. Entre eles, uma maior visibilidade para os prospects, tendo consequentemente, mais possibilidades de negócios. É também uma ótima forma de comunicação direta, estabelecendo um diálogo que reforce a voz e tom da marca.

Técnicas:

  • SEO
  • Design estruturado
  • Calendário de postagem
  • Acompanhamento constante das menções
  • Acompanhamento de KPI’s essenciais

Ferramentas:

  • MLabs
  • Buzzmonitor
  • Etus
  • Canva
  • Google Alerts
  • TagDef

Para onde deve ir o conteúdo

Se você produz um conteúdo de ótima qualidade, deve fazê-lo com foco no canal ao qual ele está vinculado. Afinal, cada um tem os seus próprios segredos e particularidades. Conheça alguns muito utilizados e o que é necessário para que a sua estratégia de marketing de conteúdo funcione em cada um.

Blogs, sites e redes sociais

Quando você busca alguma informação no Google, há grandes chances de ser direcionado a um blog ou site sobre o tema. Dessa forma, se você quer um crescimento orgânico de impacto, podem ser canais interessantes a se investir.

Redes sociais como o Facebook e Pinterest também podem ser os primeiros a aparecer. Para ter sucesso, vai precisar de:

  • Estratégia de conteúdo;
  • Pautas estruturadas;
  • Frequência bem definida;
  • Otimização para os buscadores;
  • Profissionais qualificados.

E-mail marketing

O marketing de conteúdo também se aplica a outros canais, como o e-mail. Se feito da forma correta, é uma forma perfeita de conseguir nutrir a sua rede de leads e converter para o seu objetivo. Para que dê certo, é necessário:

  • Planejamento sólido e muito bem estruturado;
  • Integração com outros canais para formação de lista;
  • Materiais ricos para landing pages;
  • Outras formas de coleta de dados, como chat bots;
  • Uso de ferramentas adequadas de automação, como o RDStation ou mailchimp;
  • Estruturação correta do conteúdo, para que seja relevante e atraente para o leitor.

Publicidade vs. marketing de conteúdo

As empresas ainda investem pesado em publicidade e propaganda, fazendo promoções e campanhas caras. Porém, o resultado não é tão preciso, pois são normalmente feitas em massa, atingindo públicos que não são o foco do negócio.

Por outro lado, o marketing de conteúdo é direcionado e eficaz. Ele conta com a otimização do texto – desde o planejamento da pauta – para que atinja determinada persona. Assim, consegue resultados consistentes, a um custo muito menor, se comparado a campanhas publicitárias.

Isso acontece por causa do uso de palavras-chave, levando o conteúdo diretamente a quem o procura. Assim, o investimento para atingir aquela pessoa é menor, tendo um retorno muito maior. O ideal é que ambas as modalidades sejam contempladas na estratégia de marketing, com os seus devidos aportes, objetivos e métricas.

Benefícios do marketing de conteúdo

Agora que a definição já está estabelecida, é importante perceber também os benefícios para a sua organização. A seguir, estão listados alguns deles, mas a lista vai muito além.

Aumentar a visibilidade

Tendo uma presença online bem estruturada, aumentam as chances de visibilidade – de forma positiva. Assim, fica mais fácil manter um maior controle sobre a imagem da marca, corrigindo as ações com mais precisão.

Incrementar a interação com a marca

A interação com a marca é um dos pontos mais preciosos que um gerente de marcas poderia querer, por alguns motivos:

  • Dá feedback sobre o seu posicionamento;
  • Traz novas ideias para o branding;
  • Ajuda a desenvolver novas campanhas e até produtos;
  • Permite maior controle sobre o que está sendo falado.

Converter leitores a possíveis compradores

Quem visita o sítio da organização, pode estar interessado somente na informação disponibilizada. Porém, a medida em que ganha confiança, vai avançando no funil, passando assim ao papel de lead e depois, pode vir a ser cliente.

Ganhar confiança e reforçar a marca

O marketing de conteúdo tem um papel fundamental no seu trabalho de branding. Afinal, ajuda a educar os leitores sobe o que a sua empresa faz, quais são os seus valores e ainda ajuda na interação, reforçando o tom e voz escolhidos para a branding persona.

Conquistar propagadores da marca

Fidelização de clientes é uma das formais mais valiosas de conquistar mercado, afinal, eles se tornam propagadores da sua marca. As recomendações são vitais para fazer com que um negócio prospere de forma mais rápida e segura.

Por que investir no marketing de conteúdo

A resposta é simples: porque dá retorno, com um custo menor do que a publicidade tradicional. Mas vamos nos aprofundar um pouco mais sobre isso e perceber como isso acontece.

Foco na persona e não num público de massa

Um dos diferenciais do marketing de conteúdo é o seu foco na persona desenhada, sendo muito mais fácil estar onde ela consome mídia e reforçar a imagem da empresa. Isso não é possível na mídia de massa, pois todos são atingidos igualmente por centenas de produtos e mensagens por dia, ficando assim mais difícil conseguir a sua atenção para algo genérico, não desenhado para si.

Melhor retorno sobre o investimento

Como o esforço é muito mais direcionado, a dimensão e o alcance serão mais precisos, resultando assim em um melhor retorno sobre o investimento. Afinal, a mensagem chegará até as pessoas certas com mais facilidade, ao invés de ser distribuída para quem não se interessa pelo tema.

Maior proximidade com o público

Ao investir em marketing de conteúdo, há uma maior proximidade com o público, seja através dos comentários ou nas redes sociais. Isso leva a um maior conhecimento da sua persona e ainda permite maior controle sobre o que está sendo dito sobre a empresa, respondendo adequadamente cada caso.

Coleta de dados para adequação

Uma das coisas mais importantes ao se gerenciar conteúdo é acompanhar as métricas, para adequar as estratégias. Porém, esses dados podem servir também para a adequação de personas, criação de testes, justificar custos, mostrar direcionamentos e muito mais, sempre com foco na adequação ao que é esperado pelo público.

Possibilidade de testes A/B

É quase impossível saber se uma comunicação de massa alcançou o seu resultado com testes A/B. Isso porque não se tem como delimitar corretamente o escopo da pesquisa, dada a falta de dados para embasamento. Já quando se trata de conteúdo veiculado online, fica muito mais fácil perceber os movimentos e testar as possibilidades, trazendo assim resultados ainda melhores.

Valorização da marca

Ter o controle da marca, adequar personas, linguagem e fazer testes leva a um trabalho cada vez mais refinado. Consequentemente, há uma adequação mais precisa no branding, fortalecendo e valorizando cada vez mais a imagem a ser passada para a mente do público-alvo.

Marketing de conteúdo com outros elementos estratégicos

Já reparou que o marketing de conteúdo é amplo e poderoso. Isso acontece pois ele está presente em diversas facetas da comunicação, indo muito além do que se imagina. Além de poder ser utilizado nas redes sociais, blog posts com SEO e Inbound, ele também é valiosíssimo para a publicidade paga.

Marketing de conteúdo e SEO

Com uma relação estreita e quase inseparável com o conteúdo, o SEO é a chave para conseguir alcançar o seu público. Claro que o texto deve ser otimizado para resultar em uma leitura agradável para humanos e não apenas para atender a requisitos do algoritmo. É fundamental fazer tudo com equilíbrio, otimizando para os buscadores, porém mantendo o texto agradável e informativo.

Marketing de conteúdo e publicidade paga

Uma das formas de promover o conteúdo e fazer com que ele alcance um público mais segmentado, é fazer a publicidade paga. Ela pode acontecer através de posts parceiros ou canais como o Google Ads, por exemplo. Assim, mostra a mensagem escolhida para o seu mercado alvo, seja em sites, no próprio buscador ou redes sociais.

Marketing de conteúdo e publicidade nas redes sociais

Quando se trata de conteúdo pago para redes sociais, ele pode acontecer através de parcerias com influencers e posts promovidos. É fundamental reforçar a voz da marca no meio, principalmente em publicidade, escolhendo pessoas adequadas e alinhadas aos valores da organização.

Dicas para um marketing de conteúdo matador

Para acertar no planejamento e conseguir os resultados esperados na sua estratégia de marketing de conteúdo, é fundamental ter atenção a alguns pontos importantes.

Ciclo de marketing

criacaonoalvo.com.br

Foco na Planejamento do funil

Um bom SEO é importante, mas coloca-lo em uma estrutura bem pensada, planejada para todas as etapas do funil de vendas, é sucesso garantido. Foque no planejamento do Inbound marketing, fazendo o cronograma de postagens para cada etapa, pensando na jornada do cliente.

Constante avaliação da persona

Determinar uma persona – personagem fictício que representa o seu comprador ideal, com dores, anseio, desejos e necessidades – é fundamental. Porém, a medida em que se vai colhendo dados, pode perceber a necessidade de alguns ajustes no que já estava estabelecido.

Estratégia de palavra-chave consistente

Não adianta ficar repetindo exaustivamente a palavra-chave, achando que assim irá ranquear melhor no Google e outros buscadores. Na realidade, isso pode ser considerado black hat e ter bloqueio do Google. O ideal é equilibrar o uso das expressões-chave com sinônimos, sempre focando no leitor e não somente no SEO.

As suas melhores postagens rendem um e-book

Depois de algum tempo de produção bem planejada e estruturada, você pode unir vários tópicos acerca um determinado tema e fazer um e-book. Isso é ótimo para o leitor, que terá todo o material estruturado, para consultar quando quiser. Da mesma forma é bom também para o produtor de conteúdo, gerando um material rico a custo zero, ajudando a aumentar a base de contatos.

Aposte em mais de um canal

Selecione pelo menos dois canais para promover a sua marca, como por exemplo, um blog e o Tik Tok, a depender do público-alvo e objetivo da comunicação. Dessa forma, consegue dados de fontes diferentes e não fica dependente da visão de apenas um meio.

Métricas são fundamentais

Mesmo que os números não sejam o seu forte, procure focar toda a sua estratégia em métricas bem estabelecidas. Dessa forma, fica mais fácil saber se o objetivo foi de facto cumprido e com que qualidade. Também ajuda a ter uma ideia do que precisa mudar e dá insights preciosos sobre o seu negócio.

Regularidade cria audiência

Postar com regularidade funciona melhor do que fazer vários posts de uma vez e ficar sem postar em seguida. A consistência mostra para os motores de busca que leva a sério a sua estratégia de marketing de conteúdo, o que favorece na busca. Além disso, a sua audiência já vai saber quando esperar novas postagens.

SEO é regra básica

Foque nos dispositivos móveis, pois isso vai te ajudar no ranqueamento, além é claro, de facilitar a vida do usuário. Mobile first é apenas uma das técnicas de SEO que você deve adotar para ter o seu conteúdo bem ranqueado. Invista nas técnicas e veja os resultados, acompanhando as métricas e fazendo os ajustes necessários.

Como conseguir apoio das lideranças

Por mais que implementar uma estratégia de marketing de conteúdo seja mais acessível que as campanhas de massa – e com resultados mais precisos para muitos objetivos – pode ser que algumas lideranças ainda não consigam perceber a sua importância.

Isso é normal, pois o marketing digital é relativamente recente e nem todos percebem a fundo o que ele representa. Por isso, é importante explicar e embasar muito bem os motivos para se investir em marketing de conteúdo. Saiba como fazer isso.

Explique o que é o marketing de conteúdo

Por mais que as pessoas digam perceber do que se trata o tema, é importante fazer um breve apanhado das principais informações. Foque na parte estratégica e como isso traz resultados para a organização.

Baseie os seus argumentos em dados

Muitos estudos e pesquisas conceituadas mostram o poder de uma estratégia de marketing de conteúdo bem estruturada. Utilize-as a seu favor, sempre citando a fonte, para dar mais credibilidade.

Mostre cases de sucesso

Nada melhor do que um bom exemplo para ilustrar o ponto que você está tentando provar. Então, aposte em casos de sucesso de empresas que atingiram o sucesso com as suas estratégias de marketing de conteúdo. Veja algumas ideias no site Administradores.

Colocando a estratégia de marketing de conteúdo em prática

Veja agora, de forma sucinta, como colocar em prática uma estratégia de marketing de conteúdo de qualidade, a atingir os seus objetivos e alcançar cada vez melhores resultados para a organização.

Perceba quem são as suas personas

Perceber quem são as suas personas vai ajudar a dar um norte ao planejamento, adequando a comunicação de forma eficaz. Existem dois tipos de persona a se trabalhar:

  • Branding persona – ela desenha quem é a sua marca, valores, voz, tom e tudo o que possa ajudar a personificar tudo o que representa a empresa.
  • Buyer persona – pode ter mais de um, representando um perfil específico de público-alvo, com nome, interesses, dores, motivações e outros pontos críticos que possam ajudar no desenvolvimento da comunicação.

Estabeleça os objetivos e métricas

Se não sabe onde quer chegar, qualquer caminho serve – mas nenhum te trará tantos resultados quanto um bem estabelecido. Então, estabelecer objetivos é fundamental, porém de nada servem se não forem mensurados.

Acompanhe as métricas que realmente importam para o alcance do objetivo e não as métricas de vaidade, adaptando as ações a medida em que percebe os pontos a melhorar.

Defina a jornada e o funil

A jornada do cliente dentro do funil de vendas deve ser estabelecida com segurança e planejamento fundamentado. Sendo o Inbound fundamentado no marketing de conteúdo, procure sempre fazer um bom uso das palavras-chave de cauda longa, levando o melhor material para as suas personas.

Planeje com segurança

Uma das dicas mais preciosas para alavancar a sua estratégia de marketing de conteúdo é sempre pautar as suas decisões em dados. É através de muita pesquisa que a equipa irá designar os melhores elementos do planejamento. Para isso, faça as seguintes tarefas:

  • Defina canais e formatos – já com a persona bem delimitada, é hora de perceber quais são os canais e formatos que melhor funcionam com elas. Claro que deve sempre ter o apoio de dados de pesquisas anteriores, realizadas pela sua equipa ou externas.
  • Construa a equipa – de nada adianta ter uma estratégia de marketing brilhante, se as pessoas que trabalham ao seu lado não têm expertise ou interesse em aprender. Construa uma excelente equipa, para ter ótimos resultados. Se necessário, contrate profissionais e empresas externas para fazer parte do trabalho especializado.
  • Use ferramentas para controle – sem dados fica complicado encontrar onde as falhas estão acontecendo, a ficar somente com o feeling.
  • Faça testes e adapte sempre – reveja a estratégia periodicamente, fazendo testes para ver o que realmente funciona e adaptando o que for necessário.

Dessa forma, a implementação da sua estratégia de marketing de conteúdo torna-se mais sólida e confiável, levando ao crescimento da marca, fidelização de clientes e atração de novos leads.

Os seus comentários (0)
Os editores da WhitePress tem o direito de remover comentários ofensivos que contenham palavras vulgares ou não se relacionem com o assunto em questão.

O administrador dos dados pessoais é WhitePress sp. z o.o., com sede em Legionów 26/18 Street, 43-300 Bielsko - Biała, os seus dados pessoais são processados para efeitos de marketing da WhitePress sp.z o.o. e entidades interessadas em comercializar os seus próprios bens ou serviços. O objectivo de marketing da WhitePress sp.z o.o. inclui informação comercial sobre conferências e formações relacionadas com conteúdos publicados no separador Blog. A base legal para o processamento dos seus dados pessoais é a finalidade legítima prosseguida pelo Administrador e seus parceiros (Artigo 6 parágrafo 1 alínea f da GDPR). Os utilizadores têm os seguintes direitos: o direito de solicitar acesso aos seus dados, o direito de retificar, o direito de apagar dados, o direito de limitar o processamento e o direito de transferir dados. Pode encontrar mais informações sobre o processamento dos seus dados pessoais, incluindo os seus direitos, na nossa política de privacidade.

Ler tudo
  • Nenhum comentário sobre este artigo ainda.

O administrador dos dados pessoais é WhitePress sp. z o.o., com sede em Legionów 26/18 Street, 43-300 Bielsko - Biała, os seus dados pessoais são processados para efeitos de marketing da WhitePress sp.z o.o. e entidades interessadas em comercializar os seus próprios bens ou serviços. O objectivo de marketing da WhitePress sp.z o.o. inclui informação comercial sobre conferências e formações relacionadas com conteúdos publicados no separador Blog. A base legal para o processamento dos seus dados pessoais é a finalidade legítima prosseguida pelo Administrador e seus parceiros (Artigo 6 parágrafo 1 alínea f da GDPR). Os utilizadores têm os seguintes direitos: o direito de solicitar acesso aos seus dados, o direito de retificar, o direito de apagar dados, o direito de limitar o processamento e o direito de transferir dados. Pode encontrar mais informações sobre o processamento dos seus dados pessoais, incluindo os seus direitos, na nossa política de privacidade.

Ler mais
Artigos recomendados